CRONOLOGIA

2000 – IGNORÂNCIA

“Não compreendo porque gostam tanto disto (cerveja) …”

2005 – OBSERVAÇÃO

“Se bebemos tanta cerveja na Terceira, devíamos ter uma marca nossa”

2011 – MOTIVAÇÃO

Excerto de uma conversa em Praga com um espadachim checo, que curiosamente tinha acabado de participar no filme Três Mosqueteiros (facto irrelevante, mas interessante) :

Espadachim: Na tua ilha gostam de cerveja?
Rui: Sim, sem dúvida. E bebemos muita.
Espadachim: Que cervejas produzem lá?
Rui: Nenhumas… Bebemos basicamente duas marcas nacionais e algumas estrangeiras, todas do estilo mais industrial.
Espadachim: Mas porque é que não produzem cerveja lá?
Rui: (apontou algumas possíveis razões, como custo, falta de viabilidade, contexto geográfico, falta de tradição, etc)
Espadachim: Se gostam de cerveja, não há razão nenhuma para não a produzirem.
Rui: Faz sentido…

Era a motivação que faltava para começar oficialmente um projecto que já vinha a ser pensado há alguns anos. Nasceu o projecto «Quinto Toiro».

2012 – PRIMEIRA PRODUÇÃO

Primeiro equipamento básico de produção de cerveja artesanal e algumas experiências com kits em lata; algumas semanas depois dá-se o salto directo para produção com grão (all-grain)

2013 – NASCE A MARCA

«Quinto Toiro» passa a ser uma marca registada. É criado o conceito, a imagem inicial e presença online do projecto.

2014 – «CERVEJA E TREMOÇO»

A 23 de Fevereiro o Rui cria o blogue «Cerveja e Tremoço», um projecto paralelo criado com o objectivo de educar, promover a cerveja e de manter-se actualizado.

2015 – DESENVOLVIMENTO DE RECEITAS

Depois de muito tempo a experimentar com dezenas de combinações de ingredientes e diferentes técnicas e de muitas dezenas de provas de cervejas um pouco de todo o mundo, chegou a altura de focar a atenção num conjunto reduzido e específico de receitas.

2016 – DESENVOLVIMENTO DE RECEITAS

O trabalho continua, com o objectivo de desenvolver cervejas muito especiais.

2017 – O FUTURO

Veremos….

Close
Go top